Honda Hakuba Motor

Honda Hakuba Motor

Entrevista 1 – Apresentação ao concurso

1.- A personalização de motocicletas se aprofunda entre os usuários, que buscam se distinguir dos demais por meio de um único veículo, e cada vez mais as marcas oferecem mais opções. O que diferencia a Honda do resto nesse sentido?

A base. O básico A chave para o sucesso em uma preparação, seja pessoal ou de exibição, é a plataforma na qual ela começa, e não há rival para a Honda.

Em nossa região, e muito antes de personalizações e comercial personalizar a moto entrou em fúria, como é o caso hoje, o cliente Honda sempre foi o orgulho de apresentar e expor sua coleção entre amigos e conhecidos. A paixão pela Montesa e depois pelo mítico CB deu origem a um mundo em que provas e corridas MX clássicas também serviram como uma exposição para estas motos especiais.

Agora, com a nova linha CB, estamos diante de outra fase histórica da marca. Que da personalização chave ganhar este CB1000R vai abrir as portas para uma nova era de costumes, algo que em Hakuba e nos sentimos orgulhosos.

2.- A gama Neo Sports Café da Honda incorpora a delicadeza do artesanato japonês e o espírito do café-racer. Poderia se tornar um novo porta-estandarte da marca?

O cliente “a pé” ainda não percebeu, mas nós, com a nossa perspectiva interna, sabemos que estamos perante algo verdadeiramente especial.

Longe estão os RRs, que tiveram um sucesso incrível no começo do ano 2000 graças à competição. Esses clientes hoje estão procurando por algo diferente. Algo autêntico. Algo que pode levar a cada dia e também se orgulhar de ser capaz de personalizar ao seu gosto e visão.

Temos certeza de que a gama NSC é exatamente isso, devolvendo a autenticidade do lendário Honda CB às ruas.

3.- Na concessionária, como é a recepção desta faixa pelo público? Qual modelo é mais bem sucedido, ou desperta mais interesse, por enquanto?

No pouco que temos em Hakuba Motor, podemos dizer que, contando com toda a gama em exposição, cada modelo provoca uma paixão diferente.

Estamos testemunhando a CB125R e não só desperta o interesse do segmento regular, o primeiro-você está procurando uma primeira bicicleta. Além disso, grandes clientes de deslocamento, incluindo o CBR, estão pedindo por isso. Muitos gostam de motocicleta secundária com a qual evitar o aumento de tráfico na região, e que vêem no pequeno da faixa tudo menos algo pequeno.

Por outro lado, e privilegiado por ter apreciado o primeiro CB650R na Espanha, apresentado no dia do nosso lançamento, estamos confiantes de que esta será a parte principal do intervalo. E, em nossa opinião, aquele que nos encoraja a personalizar.

4.- Nunca antes um concurso como o Concurso da Honda Garage Dream foi realizado entre os concessionários da marca, o que você acha que este concurso vai significar para os concessionários participantes?

Não podemos pretender saber o que isso significará para outras concessionárias, mas sabemos que para nós é e será um exercício de reflexão do que essa marca é capaz. Do que nós, como representantes, somos capazes.

Queremos que esta bicicleta sirva de veículo para uma mensagem importante: a experiência entre a Hakuba e o cliente não termina na venda, está apenas começando.

5.- Como a equipe aceitou este concurso? Você já tem ideias para o seu projeto?

Esta é uma questão interessante, já que é fácil presumir que ser um representante oficial deste concurso é algo simples. Isso seria desacreditar o grande desafio que supõe para nossa equipe.

Todos nós estamos animado e apaixonado sobre o projeto, tanto na área comercial como os pós-venda, mas estamos conscientes de que estamos diante de um desafio e assim que enfrentamos.

Idéias nós temos mil. Esboços cinquenta. E um mês para cumprir os objetivos!

6.- O que você acha que este concurso trará para a equipe?

Existem várias coisas, todas elas porque nos inscrevemos inicialmente. Mesmo sendo uma equipe pequena, projetos como este fazem com que as diferentes áreas da concessão se juntem e pensem em comum. Isso tem um valor incalculável, porque não só o une como uma equipe, mas lhe dá idéias e pontos comuns que você transfere para o dia a dia.

Por outro lado, e pensando em nossos clientes, queremos criar uma comunidade. Queremos que as pessoas vejam que sujamos as mãos. É incrível poder contar com uma exposição como a nossa, com modelos impuros de última geração. Mas somos ciclistas e esse grito deve ser ouvido alto e longo.

PERSONALIZAÇÕES